História da Place des Victoires a 3° Praça Real de Paris

História da Place des Victoires a 3° Praça Real de Paris

6 minutos História da Place des Victoires a 3° Praça Real de Paris ou Praça das Vitórias localizada no 1° e 2° distrito, teve início sua construção em 1685, alguns anos depois Praça Dauphine (1614) em homenagem a Luís XIV (1638-1715) por suas vitórias militares. Em 1678, após seis anos de guerra, foi assinada a paz de Nimega assinada entre a França e os países derrotados; Espanha, Holanda, Sacro Império Romano-Germânico e Brandeburgo (parte da Alemanha atual). Um nobre cortesão francês, marechal da França, Continue lendo

Melhor Seguro Viagem para viajar com segurança a Europa

Melhor Seguro Viagem para viajar com segurança a Europa

3 minutos Qual é o Melhor Seguro Viagem para viajar com segurança a Europa? Em 14 de junho de 1985 foi assinado abordo do barco “Princesse Marie-Astrid” no rio Mosela, próximo a cidade Schengen, (Luxemburgo), um acordo que tratava da política de abertura de fronteiras e a livre circulação de pessoas. Assinados inicialmente entre cinco países da Europa: França, Alemanha, Bélgica, Países Baixos e Luxemburgo. Em junho de 1985, com o intuito de facilitar o turismo e controlar a imigração o tratado foi ratificado, levando a outros países também a Continue lendo

História da Place Dauphine a 2° Praça Real de Paris

História da Place Dauphine a 2° Praça Real de Paris

3 minutos A História da Place Dauphine a 2° Praça Real de Paris inaugurada em 1614, depois da Praça des Vosges (1612), também foi construída por ordens do rei Henrique IV (1589-1610), em homenagem ao nascimento de seu filho primogênito e sucessor (delfim), e futuro rei da França, Luís XIII (1601-1644). Nascimento de Luís XIII, a Fontainebleau 1601, por Paul Rubens. Louvre. Praça é substantivo feminino, portanto o nome que acompanha também deve ser feminino, no caso, “Dauphin” é masculino, e passa ser feminino Continue lendo

História da Praça dos Vosges a 1° Praça Real de Paris

História da Praça dos Vosges a 1° Praça Real de Paris

8 minutos A história da Praça dos Vosges a 1° Praça Real de Paris teve início com o primeiro rei Bourbon no trono da França, Henrique IV (1589-1610), que depois de se converter ao catolicismo precisava aos olhos da população, legitimar sua autoridade, seu poder real suas decisões administrativas e principalmente aumentar a renda da coroa. A Praça dos Vosges, antiga Praça Real foi construída numa área onde se encontrava um palacete real conhecida como: Hôtel des Tournelles, (edifício de 1338), mas devido a um acidente nos Continue lendo

A lenda da rocha e da passagem da bruxa em Montmatre

A lenda da rocha e da passagem da bruxa em Montmatre

3 minutos A lenda da rocha e da passagem da bruxa em Montmatre, se encontra escondida num caminho sinuoso, privativo, junto a uma escadaria íngreme, rodeada por belas residências, árvores e plantas, protegida por dois portões de ferro com fechaduras eletrônicas e senhas, entre o 23 da avenida Junot e 65 da rua Lepic, no 18° arrondissement, em Paris. Passagem da Bruxa (Passage de la Sorcière), Montmatre, (75018), Paris. A lenda da rocha e da passagem da bruxa em Montmatre: Muitas lendas e histórias Continue lendo

As 12 estátuas da Joana d’Arc em Paris

As 12 estátuas da Joana d’Arc em Paris

31 minutos Antes de apresentar as 12 estátuas da Joana d’Arc em Paris vou resumir rapidamente um pouco da vida desta jovem mulher que morreu aos 19 anos queimada viva numa fogueira, e anos mais tarde se tornou heroína e Santa Padroeira da França. História: Joana d’Arc nasceu em 6 de janeiro de 1412, na cidade de Domrémy, região a leste da França, no departamento dos Vosges. Cidade que atualmente se chama, Domrémy-La-Pucelle (Domrémy-A-Virgem), em homenagem a sua ilustre habitante. Filha de Jacques d’Arc Continue lendo

Ponte Alexandre III e suas esculturas da Fama

Ponte Alexandre III e suas esculturas da Fama

11 minutos Desta vez vou falar sobre a ponte mais linda de Paris, e talvez uma das mais belas do mundo, a Ponte Alexandre III e suas esculturas exuberantes . Lugar preferido dos casais românticos em busca de um lindo pôr do sol, dos fotógrafos amadores e profissionais que retratam a paisagem glamorosa da cidade, dos turistas que caminham sem destino, dos noivos, dos cineastas que filmam a vida que passa, e muito outros que amam essa cidade. Muitos atravessam por ela, olham, mas Continue lendo

Fonte Saint-Michel no Quartier Latin

Fonte Saint-Michel no Quartier Latin

6 minutos O projeto da construção da Fonte Saint-Michel no Quartier Latin foi ordenada em 1860, pelo prefeito de Paris, o barão de Haussmann (1809-1891) e Napoleão III (1808-1873) como parte do plano das reformas urbanas de 1853, onde ruas foram alargadas e transformadas em avenidas e bulevares, e inúmeros edifícios medievais foram demolidos, em favor da modernização da cidade, com a construção de novos edifícios. Seguindo essa ideia de melhorias urbanas (rede de esgoto, canalizações de água potável…), o Boulevard Sebastopol que se Continue lendo

Fachadas de Paris do estilo Haussmanniano a Art déco – 3° Parte

Fachadas de Paris do estilo Haussmanniano a Art déco – 3° Parte

16 minutos Estilo Haussmanniano (1850-1870). Com o fim da monarquia constitucionalista do rei Luís Filipe (1830-1848), em 20 de dezembro de 1848, foi decretada a 2° República com a escolha do 1° presidente da França, Carlos Luís Napoleão Bonaparte (1848-1852). Mas faltando alguns dias para esse mandato de presidente acabar, Carlos Luís Napoleão Bonaparte conseguiu através de um golpe de Estado continuar no poder se autoproclamando como o 2° imperador da França, pelo nome de e Napoleão III (1852-1870). Em 1553, o agora Napoleão III nomeou Continue lendo

Vera Targino e seu AMOR incondicional por Paris

Vera Targino e seu AMOR incondicional por Paris

3 minutos Recebi esse relato de Vera Targino, no grupo do Facebook “Segredos de Paris”, que de tão vibrante, intenso, pleno, absoluto e cheio de amor por Paris, resolvi publicá-lo aqui no site, para que assim todos aqueles que amam Paris como ela, e eu, possam compartilhar desse sentimento incondicional por uma cidade. A primeira vez que estive em Paris, muitos anos atrás, chovia e chovia. Era aquela chuva derivada da neve derretida, que costuma cair como uma cortina silenciosa e parece congelar os Continue lendo